segunda-feira, 28 de março de 2011

Os 4 Pontos do Novo Calvinismo

Por Filipe Niel

No meu último post eu mencionei o tempo que passei em Orlando na conferência do ministério “The Resurgence”, e toquei brevemente na palestra do Pastor Mark Driscoll em que ele esboçou o que ele crê serem os 4 pontos do Novo Calvinismo. Vou aproveitar este espaço para apresentar em primeira mão as quatro marcas que Mark Driscoll acredita definirem este movimento sólido que vem sendo chamado de Novo Calvinismo. Se você nunca ouviu falar sobre Calvinismo, eu te aconselho a ler este e este artigo. Se você nunca ouviu falar sobre o Novo Calvinismo, eu te aconselho a ler este e este artigo.

Agora que você já sabe o que é o Calvinismo e o que é este movimento que tem sido chamado de Novo Calvinismo, deixe-me apresentar os quatro pontos que o Driscoll crê serem os definidores deste movimento.

1. Teologia Reformada: Não sei se preciso explicar este ponto, mas por teologia reformada ele quer dizer os 5 solas (Somente as Escrituras, Somente Cristo, Somente a Graça, Somente a Fé e Glória Somente a Deus) e a cosmovisão da Reforma de que existe um Deus Todo-Poderoso e Soberano, que em sua soberania escolheu na eternidade passada aqueles que seriam salvos por sua graça. Este Deus misericordioso e justo, decidiu que seu próprio Filho pagaria pelos pecados daqueles que ele escolheu para serem salvos. Na cruz, Jesus Cristo recebeu os nossos pecados, e pelo dom da fé nos é imputada a justiça de Cristo. Somos salvos não por méritos nossos, mas sim pelo que Cristo fez na cruz em nosso favor. É óbvio que a Teologia Reformada não se restringe a este parágrafo, mas estas são as linhas gerais e essenciais da Teologia daqueles que fazem parte deste Novo Calvinismo. Se você quer ler mais sobre este assunto, recomendo que você leia este artigo.

2. Relacionamentos Complementares: Aqui o Driscoll defende que homens e mulheres são iguais em natureza e valor, mas possuem papeis diferentes tanto no lar quanto na igreja. O Novo Calvinismo é composto de Igrejas, Ministérios e indivíduos que entendem que a liderança da igreja e do lar foi desenhada por Deus para ser desempenhada por homens. Ao mesmo tempo este não é um movimento chauvinista que excluí e humilha a mulher, pelo contrário, é claro aos membros deste movimento que as mulheres não devem se submeter aos homens de uma forma geral, mas sim cada uma ao seu marido. Driscoll defende que à mulher é dado o título de ajudadora, título esse que apenas Deus e a mulher recebem em toda a Bíblia. Se você quer saber mais sobre este assunto, recomendo que você leia este e este artigo.

3. Ministério Cheio do Espírito Santo: Cada vez mais membros deste Novo Calvinismo adotam uma posição não cessacionista com relação aos dons espirituais, ou seja, cada vez mais adeptos deste movimento chegam ao entendimento de que dons como o dom de línguas ainda estão ativos e podem ser dados pelo Espírito aos crentes de hoje. Isso não significa que todos os Novos Calvinistas falem em línguas e nem que todos eles sejam não cessacionistas, (na mesma conferência o Dr. R. C. Sproul esteve presente e deixou claro que é um cesacionista) mas quer dizer sim que grande parte das pessoas deste movimento crê na contemporaneidade dos dons, e que dentro das regras estipuladas por Paulo em 1 Coríntios 14 os dons podem sim estar presente na igreja cristã de hoje.

4. Prática Missional: Em resumo, isso significa que nossa vida deveria ser intencional. A decisão de onde vamos morar, onde vamos comprar pão, sair para jantar e muitas outras decisões que tomamos deveriam ser tomadas com a intenção de espalharmos Cristo na cultura em que estamos envolvidos. Devemos ler a Bíblia e o jornal do dia, e então usarmos a Bíblia como lente da leitura do jornal e como fonte de explicação das notícias do jornal. Precisamos nos engajar na cultura em que estamos inseridos, lembrando que todas as igrejas são influenciadas pela cultura, a pergunta é pela cultura de qual Século a sua igreja está sendo influenciada? Esta é a visão do Driscoll e um dos pontos definidores deste movimento chamado Novo Calvinismo, se você quer saber mais sobre o que significa ser “Missional” recomendo que você leia este e este artigo.

Estes são os quatro pontos que o Driscoll apresentou como sendo as marcas do Novo Calvinismo, ele reconheceu que nem todos que são parte deste movimento compartilham dos quatro pontos, confessou que ele e a Mars Hill tem lutado para entender e aprender o que significa ser uma Igreja Cheia do Espírito, nos chamou a aprendermos com aqueles de quem discordamos e a mirarmos nossas armas para fora do “arraial” evangélico, naqueles que são verdadeiramente inimigos do evangelho.

Espero ter sido útil.

Retirado do Blog do Filipe Niel. Recomendo!


[Lido no Blog do Pedro Pamplona. Também recomendo!]

Nenhum comentário: